Quem sabe o hitler só precisa-se de um abraço?
Sabe qual a pior parte do meu dia? É a noite. Na madrugada. A insônia tomando conta de mim. Meus pensamentos se acumulando. Pensamentos do dia, do passado, do futuro, de você. Eu sinceramente odeio quando chega a noite, tento me desligar, me manter longe, mas parece que ha algo em você - que em ambos não sabemos explicar - me puxa para pensar, e pensar em você, até cair em um sono profundo. E lá está eu, achando que se eu dormisse ia me desligar, parar de pensar em você. Tentativa fail. Lá estava eu sonhando, sonho com você em meus braços, te pedindo um carinho, com você dizendo que me ama. E lá estava eu mais uma vez as 6:00 da manhã acordando na melhor parte da nossa possivel historia, no meio do nosso beijo, com minha mãe gritando. E mais uma vez, lá estava eu em mais um dia, acreditando que aquilo tudo foi real, mas não passava de um sonho idiota irreal. Eu estava ficando cada dia pior, por que estava se repetindo durante horas, dias, e se duvidar anos.
— Karine Vieira
Da ultima vez em que o vi, ele estava abatido, me preocupei de certa forma com o seu jeito de olhar, seus olhos azuis, igual o céu em uma manhã de sol, estava cinza, como um dia de chuva. Me sentir culpada por ter deixado-o daquele jeito. Meus pensamentos de arrependimento começaram a invadir minha cabeça. E meu peito começou a se agonizar. Sei que ainda te amo, e é isso que está me fazendo ficar mais magoada, o fato de eu ainda te amar.
6 days ago 0 notes · reblog

Certo dia. Em uma tarde qualquer de quarta-feira. Exatamente no dia em que eu logo cedo havia meio que sentido um vazio dentro de mim. Um certo alguém me perguntou de onde eu tirava tantas inspirações para escrever textos sobre o amor. Olhei pra cima, suspirei e respondi ”A vida” . Confesso que não disse o que de fato me dá inspirações para fazer esses textos toscos. Não queria afirmar - nem pra mim mesma - que a culpa era do meu coração por amar e odiar alguém como você. Preferi responder o que não me daria inspirações para escrever. Não que a vida não houvesse motivos para fazer textos, mas é uma coisa que absorvo pouco para que isso aconteça. Acho que deva ser a minha alucinação por você. Alucinação idiota, por causa de um coração idiota. Sabe, eu gosto de me apaixonar, gosto de saber que gosto de alguém - além de mim ou das minhas amigas - , que eu gosto de alguém interessante, mas eu também gosto de desgostar na hora certa, também gosto de saber a hora de parar . E eu conseguia isso. ”Desapaixonar” na hora certa. Mas dessa vez ta dificil. Deve ser a minha alucinação por você. Deve ser a minha alucinação pelos seus olhos - que no sol fica castanhos, e no escuro fica preto - , ou pelo seu sorriso, ou pelo seu jeito de ficar preocupado comigo, mesmo estando afastados. No momento estou escutando sua musica favorita. E como eu estou me sentindo? Estou sentindo que aquele vazio que senti mas cedo era falta sua. Se eu quero aceitar isso? Aceitar o fato de ainda pensar em você? De ainda meu coração acelerar quando penso em você? Absolutamente não.

E nós nunca vamos nos beijar na chuva. Eu também nunca vou calar sua boca com um beijo e nenhuma das nossas brigas vão acabar na cama. Eu nunca vou te observar enquanto você dorme e nunca vou fazer cafuné em você quando você estiver com a cabeça deitada no meu peito. Não vamos passar tardes assistindo filmes românticos debaixo das cobertas e comendo brigadeiro. Também não vamos passar madrugadas acordados conversando. Nossos planos não vão se concretizar. Eu não vou ficar com vergonha conhecendo sua família. Não vamos contar aos nossos filhos a longa e estranha história sobre como nos conhecemos. As pessoas não vão olhar pra nós e falarem sobre como nós somos bonitinhos juntos. Não vamos discutir sobre quem vai levantar pra apagar a luz do quarto. Não vamos ter um futuro. Tudo isso poderia ter acontecido, mas não vai. Porque nós dois fomos feitos pra nos conhecermos, nos apaixonarmos, mas não pra ficarmos juntos.
Vinícius Kretek    (via palavrisses)

Quer ir? Vai. Te dei a chance de voltar atras. Quer seguir em frente? Siga. Boa sorte. Nada além disso que eu tenho para lhe desejar. Quer jogar tudo no alto? Esquecer da gente? Beleza. Você que faz sua vida. Só te peço para parar de me enganar. E os eu te amo? E o você é tudo pra mim? Já não significa nada? Você tem certeza de que quer fazer isso? Você que sabe. Cuidado. Cuidado para não perder a felicidade no caminho. Se perde-la, vai ser dificil de encontra-la de novo. Eu te amo. Mas é isso que você quer, siga em frente. Siga em frente. Poderia fazer um livro, para dizer o quanto de odeio, e o quanto te amo. Ò ceus que tola. Agora você vai, e eu so te peço um coisa, não volta mais. Há uma ultima coisa. Você fica tão sexy com sua blusa xadrez vermelha.

Odeio quando entro no guarda-roupa e não decido se vou pra Nárnia ou pra Monstros S.A
Ela so precisava de carinho. Mas não era qualquer carinho. Era o seu carinho. Ela precisava de amor. Mas não era qualquer amor. Era o seu amor. Por isso hoje ela ta assim. Morta viva de ilusão.
4 weeks ago 0 notes · reblog

Faz um tempo que eu não gostava de alguém tão forte assim. Diferente das minhas amigas,eu não tenho o costume de trocar de amores todos os dias. Eu sinceramente não sei o que se passa na cabeça delas, qual o nome se dá a essa doença sobre trocas de amores todas as semanas, me diga por que quero tentar  maximo ficar longe disso. Faz exatamente 3 anos que não encontrava alguém que eu pudesse morrer de amores, ou pensasse nele durante horas, principalmente antes de dormi, até mesmo nos meus sonhos. Sabe, fazia tempo que eu não ficava assim, não vou dizer que é ruim, estava até com saudades disso. Mas como nem tudo na vida é flores, ele tem uma ”paixão” pela a minha melhor amiga. Eu sei não poderia ser pior. Porém é quase a mesma coisa que aconteceu sobre meu ex amor, minha primeira paixão que tive desde da minha 5° série até 8°ano, tá até um pouquinho, um pouquinho só do 9° ano. Mas foi onde eu acabei com essa ilusão. Percebi que não existia chance alguma, ele seria/sempre será meu amigo. Triste. Porém bom. Voltando ao assunto anterior, ele é meio que meu amor platônico. Okay, ele é meu amor platônico. O estranho é que eu nunca falei sobre meus amores com minha amigas. Estranho, não? Um pouco. Gosto de ser assim. Não sei se eu poderei ter alguma coisa com ele no futuro, ou sei lá. Acho que não. Ninguém sabe.

Que tal pararmos de ser crianças e começar a viver a realidade. Teus sonhos não irão se realizar sozinhos. Que tal pararmos de pensar e começar a agir? Tua mente agradece
— Karine Vieira

FUTURASUICIDA ©